Jovem busca doador de medula óssea

foto_16463_300,225,index

Tobias desde seus 13 anos tem leucemia (Foto: Arquivo pessoal)

Desde então, vem lutando a cada dia para se recuperar, sendo que atualmente passa por tratamentos quimioterápicos a fim de que a doença regrida até uma porcentagem mínima e consiga realizar o transplante de medula óssea.

De acordo com sua mãe, Cláudia Ribeiro de Camargo, tudo começou em 2010. “Iniciamos o tratamento quando ele tinha 13 anos; foi um choque danado, porque nunca imaginávamos que poderia acontecer com a gente. Aí ele foi respondendo bem ao tratamento e no final de 2013 ele parou com a quimioterapia, porém não havia indicação para transplante, porque não havia doador”, relatou.

Ela conta que nesta época o percentual da doença paralisou em 0,2%, mantendo-se até agosto de 2014, quando voltou a 100%. “Tobias reclamou de dores e eu percebi que estava com manchas roxas, da mesma forma quando descobrimos que ele tinha leucemia; então levamos para consultar com a oncologista, que constatou que a doença havia evoluído novamente”, descreveu.

Com isso, segundo a mãe de Tobias, a médica indicou outra vez as quimioterapias e, posteriormente, o transplante de medula óssea. “Certo dia recebemos a notícia do Hospital das Clínicas (HC) que haveria um possível doador para meu filho. Aí ficamos mais tranquilos, né? Única informação que tínhamos dele é de que era brasileiro. Isso no mês de setembro do ano passado”, disse.

Entretanto, Tobias piorou e nesse meio tempo — até estar em condições para o transplante — o doador precisou fazer uma cirurgia de emergência, não podendo mais ajudá-lo.

Por isso, Cláudia faz um apelo e pede para que a comunidade se dirija ao Hemonúcleo para fazer o cadastro de doador de medula óssea. “Estamos em uma nova busca por um doador. Por isso pedimos para que novas pessoas façam o cadastro. Afinal, quanto mais pessoas cadastradas, maiores as chances de acharmos alguém compatível, salvando a sua vida, literalmente”, disse.

Para fazer o cadastro é rápido, seguro e não dói. Apenas 5 ml do sangue já é o suficiente para o Registro Brasileiro de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome) saber se você é compatível com alguém que está à espera desse transplante. Além de Tobias, mais 16 pessoas da região têm leucemia e aguardam por alguém compatível. Por isso, participe você também!

Fonte: http://http://diariodosudoeste.com.br/noticias/pato-branco/10,80774,14,03,jovem-busca-doador-de-medula-ossea.shtml

This template supports the sidebar's widgets. Add one or use Full Width layout.