Dia Mundial do Doador de Medula Óssea: Torne-se doador e salve vidas

De acordo com a Associação Portuguesa Contra a Leucemia (APCL), a primeira transplantação de medula óssea foi efectuada com sucesso em 1968, e mais tarde a primeira transplantação com dador não aparentado. Este facto marcou o começo de uma nova era no tratamento de doentes com diferentes patologias que podem ir desde defeitos genéticos até às doenças oncológicas.

Através deste tratamento, registou-se um aumento da esperança de vida de muitos doentes com leucemia, algumas anemias e outras doenças hereditárias potencialmente fatais.

© iStock

Em Portugal, a transplantação de medula óssea teve a sua estreia em maio de 1987, no Centro de Lisboa do Instituto Português de Oncologia de Francisco Gentil (IPOLFG).

Portugal regista anualmente cerca de mil novos casos de leucemia. A patologia letal não distingue idade, sexo, ou condição social, mas nas suas variantes agudas tem uma incidência particular em jovens e crianças.

Aquilo que deve saber sobre a doeção de medula óssea, segundo a APCL:

Português de Oncologia de Francisco Gentil (IPOLFG).

Portugal regista anualmente cerca de mil novos casos de leucemia. A patologia letal não distingue idade, sexo, ou condição social, mas nas suas variantes agudas tem uma incidência particular em jovens e crianças.

Aquilo que deve saber sobre a doeção de medula óssea, segundo a APCL:

1. Uma elevada percentagem dos doentes com leucemia necessita de realizar um transplante de medula óssea de modo a sobreviver;

2. Idealmente o doador das células será irmão, porque em média entre irmãos é maior a probabilidade de encontrar um dador compatível. Estatísticamente , um em cada quatro irmãos é compatível;

3. Quando o doente não tem irmãos, ou os irmãos não são compatíveis, procura-se encontrar um dador compatível fora da família, o que é possível mas extremamente difícil. Daí a importância dos registos nacionais de dadores;

4. Os registos nacionais estão ligados numa rede de solidariedade mundial, abrangendo hoje um universo de mais de 13 mil milhões de pessoas;

5. Doar medula óssea não tem risco, nem acarreta sofrimento físico para o dador. 

Quem pode ser dador

Principais condições para se inscrever como potencial Dador de Medula óssea:

. Ter entre 18 e 45 anos;

. Peso mínimo de 50 quilogramas;

. Altura superior a 1,5 metros;

. Ser saudável;

. Nunca ter recebido transfusões após 1980´.

Como pode tornar-se dador

Registar-se como potencial Dador de Medula óssea implica apenas preencher um impresso e tirar uma pequena amostra de sangue.

Só uma ínfima quantidade de potenciais dadores tem o privilégio de ser ‘activado’ e de realmente poder salvar uma vida. 

 

Fonte: noticiasaominuto